terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sábado Danado de Bom! 4ª Ed.



Projeto do Memorial Luiz Gonzaga, da Fundação de Cultura Cidade do Recife, iniciado em junho de 2009, que começou no Pátio e São Pedro. Agora em 2011, na versão itinerante, espalha-se pelos agitados mercados públicos do Recife. 
Inspirado na música Danado de Bom, de Luiz Gonzaga e João Silva: “Tá é danado de bom! / Tá danado de bom, meu compadre! / Tá é danado de bom, Forrozinho bonitinho / Gostosinho”... É mesmo assim, danado de bom, ao som de um trio de forró, interpretando clássicos do cancioneiro nordestino e composições inéditas, que serão as tardes dos sábados (a partir das 13h), nos Mercados da Madalena, Boa Vista e Encruzilhada.
Sábado Danado de Bom! acontecerá sempre no último sábado de cada mês, e neste ano, em parceria com a Sociedade dos Forrozeiros Pé de Serra e Ai!, terá como base o trio de forró de Raminho do Acordeon, acompanhado por mais duas renomadas atrações oferecidas pela Sociedade parceira.
O Memorial fará, nos Sábados, a entrega da Medalha Memorial Luiz Gonzaga à personalidades dedicadas à cultura recifense, sendo uma freqüentadora assídua do Mercado festejado e outra ligada à música regional. Nesse sábado, 27 de agosto, o Memorial homenageará três bons forrozeiros, frequentadores do Mercado da Madalena: Agustinho do Acordeon, Josildo Sá e Ed Carlos. As atrações deste sábado são Chico Bala e Sevy Nascimento.
Entrada franca.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Vigília ao Rei do Baião

Parabéns Marcos Veloso pela vigília ao Rei do Baião. Marcos há mais de uma década vem organizando o Encontro de Sanfoneiros e a vigília com vários forrozeiros no Recife. (JMA)

 

Bom Dia Pernambuco

 Terça-feira, 02/08/2011

Rei do Baião será homenageado com música em Pernambuco; programação inclui vigília e atrações cultural.

A homenagem foi um sucesso!

Parabéns aos que compareceram ao "02 de Agosto: 3º Aniversário do Memorial Luiz Gonzaga e Missa pelos 22 anos de falecimento do Rei do Baião". Ontem no Pátio de São Pedro, foi a "homenagem mais bonita", prestada a Luiz Gonzaga,  segundo os artistas que lá estavam. Evento da Prefeitura do Recife, Fundação de Cultura Cidade do Recife e Memorial Luiz Gonzaga, em parceria com a Sociedade do Forró E Ai, apoio da Rádio Folha, Terezinha do Acordeon e Padre Luisinho. Nunca se viu tanto artista por m², numa festa de paz e muita música boa!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Sábado Danado de Bom! – 3ª Ed.

Por José Mauro de Alencar

Projeto do Memorial Luiz Gonzaga, iniciado em junho de 2009, que começou no Pátio e São Pedro. Agora em 2011, na versão itinerante, espalha-se pelos agitados mercados públicos do Recife. 
Inspirado na música Danado de Bom, de Luiz Gonzaga e João Silva: “Tá é danado de bom! / Tá danado de bom, meu compadre! / Tá é danado de bom, Forrozinho bonitinho / Gostosinho”... É mesmo assim, danado de bom, ao som de um trio de forró, interpretando clássicos do cancioneiro nordestino e composições inéditas, que serão as tardes dos sábados (a partir das 13h), nos Mercados da Madalena, Boa Vista e Encruzilhada.
Sábado Danado de Bom! acontecerá sempre no último sábado de cada mês, e neste ano, em parceria com a Sociedade dos Forrozeiros Pé de Serra e Ai!, terá como base o trio de forró de Raminho do Acordeon, acompanhado por mais duas renomadas atrações oferecidas pela Sociedade parceira.
O Memorial fará, nos Sábados, a entrega da Medalha Memorial Luiz Gonzaga a duas personalidades dedicadas à cultura recifense, sendo uma frequentadora do Mercado festejado e outra ligada à música regional. Neste sábado 30 de julho, na Encruzilhada o Memorial homenageará o Mestre Camarão (sanfoneiro) e Zé Maria Marquês (poeta e produtor cultural). As atrações deste sábado: Israel Filho, Roberto Cruz e Raminho do Acordeon.
É forró até desmantelar o chinelo!.  


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Exposição Lua Gonzaga em Ibimirim – Sertão do Moxotó

Por José Mauro de Alencar

A Exposição Lua Gonzaga, do Memorial Luiz Gonzaga em parceria com o SESC Pernambuco, chega ao Sertão do Moxotó, onde foi inaugurada em Ibimirim, na última terça-feira e ficará no município até o dia 03 de agosto. Ibimirim é a terra de grandes artesãos conhecidos por Santeiros de Ibimirim, artistas do sertão de Pernambuco, que transformam troncos de madeiras mortas em obras primas da talha, peças apreciadas em todo o mundo. Nesse Moxotó, onde o bode reina imponente na caatinga, concede licença ao Rei do Baião para os ibimirienses desfrutarem do acervo sobre o ícone da musica nordestina.  

  Quem quiser ver a exposição Lua Gonzaga, basta ir ao Centro do Idoso (antigo Mercado Municipal), localizado na Av. Castro Alves s/n, centro.     

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Camarão na maré do centenário

Por José Mauro de Alencar

O sanfoneiro Mestre Camarão visitou o Memorial Luiz Gonzaga na manhã desta quinta-feira, 16.06.2011, onde fez umas gravações para o especial do centenário de Luiz Gonzaga, produzido pela Rede Globo. 


Leiam o que diz o musicólogo Ricardo Cravo Albin sobre Camarão : “Filho de um agricultor e safoneiro, começou a tocar ainda criança. Treinando escondido, em pouco tempo conseguia tocar a toada "Maria Bonita" que era sucesso nos forrós no final da década de 1940. O pai, quando ouviu o filho tocar, pulou de alegria e o incentivou a seguir a carreira artística já na infância. Em 1960, ingressou na Rádio Difusora de Caruaru, na qual conviveu com grandes nomes da música popular brasileira como Sivuca e Hermeto Pascoal. Foi nessa época que ganhou o apelido que o consagraria. Um dia, estando atrasado para o programa, chegou correndo na Rádio e o compositor Jacinto Silva que o viu chegar como o rosto todo vermelho falou: "Pronto, chegou o Camarão". A partir daí passou a ser conhecido como Camarão. Na  Rádio Difusora de Caruaru, criou o Trio Nortista, que foi seu primeiro grupo musical. Em 1962, foi contratado pela gravadora pernambucana Mocambo e lançou seu primeiro disco, um 78 rpm com o arrasta-pé "Arrasta-pé no Jucá", de sua autoria, e o xote "Choradeira", parceria com Onildo Almeida. Em 1963, gravou os forrós "Cabra da peste" e "Fungado bom", de sua autoria. Em 1965, participou da coletânea "Forró do Zé do Gato" da gravadora Mocambo, interpretando os forrós "Seu Vargulino" e "Polquinha no Agreste", ambos de sua autoria. Dois anos depois, participou da coletânea "Viva São João - VOL. 4", também da gravadora Mocambo, interpretando o "Arrasta-pé no Jucá", de sua autoria e o xote "Choradeira", parceria com Onildo Almeida. Em 1967, fez parte da coletânea "Nordeste Cabra da peste" da Mocambo, interpretando os xotes "Cabra da peste" e "Fungado bom", de sua autoria. Em 1969 e 1970, teve dois LPs produzidos por Luiz Gonzaga na RCA Victor. Em 1976, gravou pelo selo Tropicana/CBS o LP "Forró no palhoção - Camarão e Seu Acordeom", interpretando, de forma instrumental, doze xotes de sua autoria: "Forró do Ivan"; "Não atrapalha"; "Forró no Palhoção"; "Cala boca Paulina"; "Forrozinho moderno"; "Quadrilha Bossa Nova", "Diferente", "Manhoso", "Relembrando cacho de coco"; "Briga de galo"; "Vou tomar cuidado" e "Canto da siriema". Em 1977, participou da coletânea "Sorte", um lançamento independente, contendo gravações com as versões musicais dos jingles usados pela Caixa Econômica Federal, na divulgação das extrações da Loteria Federal, com a participação de diversos artistas. Nesse disco registrou com Tavito o jingle "Extração de São João", de Mariozinho Rocha e Paulo Sergio Valle. Em 1978, participou do LP "Forró picado", do selo Itamaraty/CID, interpretando os forrós "Tex", com Solon Cabral, e "Forrozando", com Rato de Hi / Fi. Em 1998, lançou o CD "Camarão plays forró". Em 2000, em comemoração ao seus 50 anos de carreira, lançou o CD "Forrofando em Caruaru". Fundou a escola de música "Acordeom de Ouro" em Caruaru, onde passou a lecionar. Formou entre outros, os músicos, Diego Reis, da Banda Lampiões e Maria Bonita, e César do Acordeon, da banda de Maciel Melo. É considerado o criador da primeira banda de forró do Brasil. Foi também o primeiro a colocar metais em banda de forró. Regeu a primeira orquestra sanfônica de forró de Caruaru. Ao longo da carreira, gravou cerca de 27 discos , entre 78 rpm, LPs e CDs. Em 2010, participou do 2º Festival Internacional da Sanfona, realizado nas cidades de Juazeiro na Bahia, e em Petrolina, em Pernambuco, ministrando uma oficina de sanfona de 120 baixos. É considerado um mestre da sanfona e referência da música do Nordeste.”  (Fonte: http://www.dicionariompb.com.br/mestre-camarao/dados-artisticos).  





terça-feira, 14 de junho de 2011

Jornadas Gonzaguianas 2011

Programação das Jornadas Gonzaguianas 2011, neste Ciclo Junino do Recife. As Jornadas Gonzaguianas é uma ação do Memorial Luiz Gonzaga que consistem em debate, palestra e entrevista com a temática da cultura nordestina, relacionada ao ciclo dos festejos de São João. A entrada é franca, e será no Centro Cultural Correios, Av. Marques de Olinda, 262, Bairro do Recife. 

Programação:

1.      O Romance de Terezinha e o Acordeon: 15/06, 14:30h;
 


2.      Debate - Forró: passado, presente e futuro: com Braulio Tavares (jornalista), Chico Cesar (Secretário de Cultura da Paraíba), Fernando Duarte (Secretário de Cultura de Pernambuco), José Mário Austregésilo (radialista), 15/06, 19h;
 



3.      Quinteto 40 anos: 16/06, 19h;



Informações: 
Memorial Luiz Gonzaga
3355-3155 

terça-feira, 7 de junho de 2011

Exposição LUA GONZAGA no São João de Arcoverde


Por José Mauro de Alencar

Memorial Luiz Gonzaga em parceria com o SESC de Pernambuco leva ao Sertão do Estado a exposição LUA GONZAGA, uma mostra itinerante do conteúdo expositivo do Memorial Luiz Gonzaga. A exposição tem a curadoria de Lêda Dias e o projeto expográfico de Célio Pontes, Lêda Dias e Paulo Moraes.

            A exposição LUA GONZAGA é composta pos várias etapas, onde informa a origem do Rei do Baião, as primeiras influências artísticas, fotos de familiares, amigos e parceiros, biografia cronológica, discos, músicas, ponto de consulta ao acervo digital do MLG, telão para exibição de filmes e documentários sobre a vida e obra de Luiz Gonzaga.

A parceria com o SESC de Pernambuco abrangerá seis municípios do Sertão do Estado, Arcoverde, Ibimirim, Floresta, Carnaíba, Triunfo e Serra Talhada. Em Arcoverde, onde foi inaugurada no dia 03/06, está montada e de braços abertos para receber escolas, fãs de Luiz Gonzaga e os turistas que vão curtir o arraial, em um dos pólos mais visitados do São João do interior.

A exposição, para o Supervisor de Cultura Sesc Arcoverde, Miro Carvalho “é de grande importância, porque Luiz Gonzaga é um ícone nacional, e além de ter passado por Arcoverde, ele também cantou Arcoverde, gravou nossa cidade e nos temos isso na memória. Um de seus grandes parceiros é daqui de perto, das Caraíbas, o João Silva. Isso nos traz mais importância ainda.  Assim que tomei conhecimento da parceria do Memorial e o SESC, sugeri que começasse por Arcoverde, principalmente pela dimensão do São João de Arcoverde, nesta época”. Na inauguração, além da presença de representantes do SESC e do Memorial, estiveram alunos do EJA e visitantes que assistiram à palestra de Moysés Siqueira, mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural.

Visitar a exposição LUA GONZAGA, é como ir ao Memorial, adentrar o sertão ao som de uma sanfona e viajar pela história de Luiz Gonzaga.


SESC Arcoverde
Endereço: Rua Capitão Arlindo Pacheco, nº 364
Centro / Arcoverde - PE
Telefone: (87) 3821-0864
ENTRADA FRANCA



 Visitantes 
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes
 Visitantes 
 Visitantes
 José Mauro de Alencar – Gerente do MLG


  José Mauro de Alencar – Gerente do MLG

  Palestrante Moysés Siqueira

 Palestrante Moysés Siqueira
 Miro Carvalho – SESC Arcoverde

segunda-feira, 30 de maio de 2011

PREFEITO DO RECIFE ANUNCIA PROGRAMAÇÃO E HOMENAGEADOS DO SÃO JOÃO 2011

 14:38 Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
Fonte:   http://www.recife.pe.gov.br/2011/05/30/prefeito_do_recife_anuncia_programacao_e_homenageados_do_sao_joao_2011_176949.php

Fotos: Fernando Silva
Anúncio foi acompanhado pelo secretariado e servidores
Anúncio foi acompanhado pelo secretariado e servidores
Terezinha e Quinteto Violado são os homenageados
Terezinha e Quinteto Violado são os homenageados
Programação tem início dia 8 de junho e conta com 22 dias de festa em seis polos de animação, incluindo o Parque Dona Lindu. 


Por Jaciana Sobrinho
Na manhã desta segunda (30), o prefeito do Recife, João da Costa, anunciou os homenageados e a programação do Ciclo Junino 2011. O evento, realizado pela Prefeitura do Recife, mais uma vez, reafirma os legítimos valores da cultura nordestina, celebrando o sagrado e o profano numa grande festa popular por toda a cidade. O anúncio foi acompanhado pelo secretariado municipal e diversos servidores.

Nossa proposta é aproveitar o que há de melhor na cultura nordestina. Isso tem feito nossa festa crescer a cada ano, tanto que nesse ano estendemos a programação para o bairro de Boa Viagem, onde teremos atrações no Parque Dona Lindu e na Praça de Boa Viagem. Temos uma grade de atrações variadas, incluindo os homenageados: Terezinha do Acordeon e o Quinteto Violado, que nos dá há tantos anos sua contribuição para nossa memória cultural”, afirmou o prefeito, João da Costa.

Tivemos o privilégio de levar nossa cultura a muitos lugares pelo mundo, mas receber essa homenagem da nossa terra, é sem dúvida uma grande emoção”, disse Marcelo Melo, do Quinteto Violado. Terezinha do Acordeon também expressou sua satisfação. “A cidade que faz o São João mais autêntico é o Recife, então eu tô muito feliz por tudo isso”, comentou Terezinha.

A programação da festa, que tem o slogan “São João tradicional, a gente faz na Capital”, foi anunciada pela presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR), Luciana Félix. “Este ano, teremos seis polos de animação e a abertura para os festejos acontecerá no dia 8 de junho, às 20h, no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, quando acontece um concerto especial da Orquestra Sinfônica do Recife (OSR), sob a regência do maestro Osman Giuseppe Gioia e participação dos homenageados e entrada gratuita”, informou Luciana.

Além do Parque Dona Lindu, a festa contará com os já conhecidos polos do Sítio Trindade, Pátio de São Pedro, Praça Arsenal da Marinha, Rua da Tomazina e Nascedouro de Peixinhos. Seguindo a política de descentralização cultural, a Prefeitura do Recife ainda apoia 18 polinhos comunitários e 14 arraiais nas regiões político-administrativas (RPAs).

Durante 22 dias de festa, a programação preparada pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife valoriza o autêntico forró e o talento dos músicos regionais, o bailado das quadrilhas juninas, a religiosidade das procissões e o sabor marcante da culinária típica. A festa conta com 355 artistas, concursos de quadrilhas, Caravana do Forró com shows itinerantes na Forrovioca, cidade cenográfica, brincadeiras e adivinhações populares para o público infantil, Mostra de Culinária Afro, Desfile das Bandeiras e Procissão dos Santos Juninos.

Recife tem se tornado um importante centro dos festejos juninos e nós, que fazemos parte dessa gestão, ficamos muito felizes por saber que nos tornamos também uma referência a ser seguida por outros lugares, a exemplo do que fez na cidade de Campina Grande, o secretário de Cultura do Estado da Paraíba, Chico César”, enfatizou o secretário de Cultura, Renato L.

Atrações musicais - A programação de shows reúne grandes nomes da música nordestina de diversas gerações como Jorge de Altinho, Genival Lacerda, Alcymar Monteiro, Azulão, Santanna, Camarão, Arlindo dos 8 Baixos, Flávio José, Paulinho Leite, Cristina Amaral, Irah Caldeira, Alceu Valença, Moraes Moreira, Geraldo Azevedo, Xangai, Luciano Magno, Coco Raízes de Arcoverde, Flávio Leandro, Nando Cordel, Novinho da Paraíba, Nádia Maia, Maciel Melo, Geraldinho Lins, Agostinho do Acordeon, Josildo Sá, João Silva, Cascabulho, Quarteto Olinda, Rabecado, Siba e a Fuloresta, Silvério Pessoa, Maciel Salu, Bongar, Pandeiro do Mestre, entre outros.

Cenografia - Para dar o clima junino, os polos da festa ganham decoração especial com cores vivas e variadas estampas florais da chita. O projeto assinado pela engenheira Ana Borba, da Lixiki, mais uma vez, é baseado na sustentabilidade, utilizando materiais de ciclos festivos anteriores promovidos pela Prefeitura do Recife. Bandeirinhas, balões e luminárias típicas da época serão confeccionados com materiais reciclados como garrafas pets, placas de polietileno, lonas, latas e madeira.  Os mesmos materiais também darão forma a uma grande fogueira cenográfica que será instalada no Sítio Trindade e a um mastro com imagens dos santos juninos.

Polos de animação - Mais uma vez, o principal ponto de festas do ciclo junino é o Sítio Trindade, onde a criançada poderá se divertir na cidade cenográfica, com brinquedos infláveis e no concurso de quadrilhas infantis. À noite, o local abriga shows de grandes atrações que vão fazer todo mundo querer arrastar o pé até o sol raiar. No dia 25 de junho, às 22h, acontece um grande encontro de sanfoneiros em tributo a Arlindo dos 8 Baixos. Beto Hortiz, Dudu do Acordeon e Cezinha, representantes da nova geração do forró, se juntam aos mestres Camarão, Agostinho do Acordeon e seu Arlindo em show especial. A apresentação que une gerações terá direção musical de Cezinha e será registrado ao vivo pela Rede Globo Nordeste.

O Pátio de São Pedro é arraial do coração da cidade, no Bairro de São José. O local se transforma num grande salão de forró, com palhoção coberto e piso especial, perfeito para quem adora o arrasta-pé. No Bairro do Recife, a alegria junina estará presente na Praça Arsenal da Marinha. Um dos shows que vai marcar a festa é a releitura do projeto Cantoria com Xangai e Geraldo Azevedo. Ainda no Bairro do Recife, há espaço reservado para o rock, o pop e as tendências da música contemporânea produzida no estado, no polo da Rua da Tomazina. As bandas pernambucanas Caravana do Delírio, Jabi Jaques, Guadaloop e Feiticeiro Julião e a alagoana Sonic Jr. São algumas das atrações do chamado Arraial Tomazina. No Nascedouro de Peixinhos, a animação ficará por conta do sanfoneiro Benedito da Macuca, Mestre Galo Preto, banda Forró de Cana, Ciranda Pernambucana do Mestre Ferreira, Coco de Umbigada, entre outros grupos da cultura popular. 

NOVIDADES
Novo polo Junino
- O Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, além de receber a abertura do Ciclo Junino com show da OSR e dos homenageados dentro do Teatro Luiz Mendonça, contará com programação especial para toda a família.  As crianças vão poder conhecer as tradições juninas através de brincadeiras como pau de sebo e adivinhações e aprender a dançar o legítimo forró pé-de-serra. Já o palco do Teatro Luiz Mendonça será aberto para a esplanada do parque, abrigando shows de grandes nomes da música nordestina.

Tradição Junina na Praça de Boa Viagem - A Zona Sul também conta com programação especial na Praça de Boa Viagem. No local, turistas e recifenses poderão vivenciar diversos ícones da tradição junina. Apresentações de coco, ciranda, forró pé-de-serra, embolada e banda de pífano irão animar o arraial. O público também poderá se divertir num karaokê com repertório de forró.

Caravana do Forró - A Forrovioca irá percorrer 12 pontos do Recife, animando os bairros com muito arrasta-pé. O forró itinerante levará shows de grandes nomes da música regional para vários polinhos comunitários.

QUADRILHAS JUNINASUma das manifestações mais importantes do período junino - a quadrilha - ganha destaque com os Festivais Pernambucanos de Quadrilhas Juninas Adultas e Infantis. A criatividade e a animação dos grupos agitam diversos pontos da cidade. O 27º  Festival Pernambucano de Quadrilhas Juninas Adultas, com cerca de 60 grupos, realiza eliminatórias nos dias 18 e 19 de junho nas RPAs 2 (Nascedouro de Peixinhos), 3 (Sítio da Trindade), 5 (Praça Noel Rodrigues) e 6 (Escola João Emereciano). A etapa final acontece entre os dias de 23 e 26 de junho. 

O Festival Pernambucano de Quadrilhas Juninas Infantis chega à sua 13ª  edição, este ano, com 20 quadrilhas. Os grupos se apresentam no Sítio Trindade, nos dias 11, 12, 18 e 19 de junho para a etapa eliminatória e no dia 24, para a etapa final, sempre a partir das 15h.

TRADIÇÃO E MEMÓRIA
Nossa música é a gente quem faz
- Para difundir as músicas tradicionais do clico junino e composições dos homenageados do São João do Recife, serão editados 20 mil livretos com letras de canções, com distribuição gratuita nos diversos polos de animação. O livrinho reúne 10 músicas de Terezinha do Acordeon, 10 do Quinteto Violado, 10 músicas selecionadas pela equipe do Memorial Luiz Gonzaga e 10 músicas escolhidas pelos recifenses através de parceria com programação de rádio local.

Mostra de Culinária Afro - No dia 19 de junho, a partir das 16h, os pratos da culinária afro-brasileira ganham destaque na Praça do Arsenal.  Realizada pelo Núcleo de Cultura Afro-Brasileira da Prefeitura do Recife, a mostra oferece ao público a oportunidade de conhecer e degustar pratos produzidos tradicionalmente nos terreiros de matriz africana durante o ciclo junino. Beiguiri, amalá, acarajé, abará, pé-de-moleque, cocadas, xerém e manuê são algumas das iguarias que integram o cardápio do evento.

Repente e Fórro nos Mercados - Trios de pé-de-serra, emboladores, repentistas e violeiros animam os mercados públicos da Encruzilhada, Boa Vista, Madalena, Afogados, Beberibe, Água Fria, Pina, Cordeiro, Nova Descoberta e Jordão, em programação a partir das 10h, nas sextas e sábados (dias 03, 04, 10, 11, 17, 18 de junho) e nos dias 23 e 25 de junho.

Caminhada do Forró - No dia 9 de junho, a partir das 18h, é realizada a Caminhada do Forró com roteiro que segue da Rua da moeda até a Praça do Arsenal. O arrastão de forrozeiros é animado pela Forrovioca.

Jornadas gonzagueanas – Debates sobre a cultura do ciclo junino promovidos pelo Memorial Luiz Gonzaga, equipamento da Fundação de Cultura Cidade do Recife. Todos os encontros serão realizados no Centro Cultural Correios e terão registro audiovisual para um posterior lançamento em DVD:
-O Romance de Terezinha e o acordeon – dia 15/06, às 14h: com a homenageada do São João 2011. 
- Forró: passado, presente e futuro – dia 15/06, às 19h: com Bráulio Tavares, Chico César, Fernando Duarte e José Mário Austregésilo.
- Quinteto 40 anos – dia 16/06, às 19h: show acústico e debate com grupo homenageado do São João.

RELIGIOSIDADE
Procissão dos Santos
- No dia 17 de junho, acontece a Procissão dos Santos. O cortejo faz homenagem aos santos São João, São José, Santo Antônio, São Pedro, Santa Isabel e Sant’Ana, representantes dos festejos juninos. Saindo do Morro da Conceição, local de tradição religiosa e de intensa participação popular nos ritos litúrgicos, a procissão desce por Casa Amarela e segue até o Sítio Trindade, com bacamarteiros à frente fazendo a guarda dos santos.

Desfile das Bandeiras - No dia 22 de junho, é a vez do Desfile das Bandeiras de Santos Juninos. Sempre reforçando o sincretismo religioso no Recife, a procissão sempre agrega praticantes de inúmeras religiões ou mesmo admiradores. No desfile, são representados os Santo Antônio, São João e São Pedro. A procissão sai da Praça Maciel Pinheiro, passa pela Rua Nova, até chegar ao Pátio de São Pedro.
Procissão de São Pedro e Concurso de Barcos Decorados - No dia 29 de junho, às 13h, os pescadores da Colônia Z1, do Pina, desfilam com suas embarcações para honrar o santo que marca o fim do ciclo junino. Assim como em 2010, haverá o  concurso de barcos decorados.

SÃO JOÃO DO RECIFE 2011 EM NÚMEROS
- 22 dias de festa
- 355 artistas
- 6 polos de animação: Sítio Trindade, Parque Dona Lindu, Pátio de São Pedro, Praça Arsenal da Marinha, Rua da Tomazina e Nascedouro de Peixinhos
-18 polinhos comunitários
- 14 arraiais nas regiões político-administrativas (RPAs)
- 12 bairros recebem Caravana do Forró com shows na Forrovioca


terça-feira, 24 de maio de 2011

Sábado Danado de Bom! – 2ª Ed.


Por José Mauro de Alencar

Projeto do Memorial Luiz Gonzaga, iniciado em junho de 2009, que começou no Pátio e São Pedro. Agora em 2011, na versão itinerante, espalha-se pelos agitados mercados públicos do Recife. 
Inspirado na música Danado de Bom, de Luiz Gonzaga e João Silva: “Tá é danado de bom! / Tá danado de bom, meu compadre! / Tá é danado de bom, Forrozinho bonitinho / Gostosinho”... É mesmo assim, danado de bom, ao som de um trio de forró, interpretando clássicos do cancioneiro nordestino e composições inéditas, que serão as tardes dos sábados (a partir das 13h), nos Mercados da Madalena, Boa Vista e Encruzilhada.
Sábado Danado de Bom! acontecerá sempre no último sábado de cada mês, e neste ano, em parceria com a Sociedade dos Forrozeiros Pé de Serra e Ai!, terá como base o trio de forró de Raminho do Acordeon, acompanhado por mais duas renomadas atrações oferecidas pela Sociedade parceira.
O Memorial fará, nos Sábados, a entrega da Medalha Memorial Luiz Gonzaga a duas personalidades dedicadas à cultura recifense, sendo uma freqüentadora assídua do Mercado festejado e outra ligada à música regional. Neste sábado 28 de maio, o Memorial homenageará o Arlindo dos 8 Baixos (sanfoneiro) e Ednaldo Possas (poeta e produtor cultural). As atrações deste sábado: Nádia Maia, Benil e Raminho do Acordeon.
É forró até desmantelar o chinelo!.  
Entrada franca.

terça-feira, 10 de maio de 2011

9ª Semana de Museus

 Programação do Memorial Luiz Gonzaga, na 9ª Semana de Museus, 15 a 22 de maio.


segunda-feira, 2 de maio de 2011

1ª Edição do Sábado Danado de Bom!

A primeira edição do Sábado Danado de Bom (30.04.2011), no Mercado da Madalena foi um sucesso. Apesar dos chuviscos, São Pedro solidarizou-se fechando a torneira do céu para os forrozeiros prestigiarem ao evento do Memorial Luiz Gonzaga, que homenageou com a entrega da Medalha Memorial Luiz Gonzaga o escritor Zelito Nunes e o forrozeiro e radialista Ivan Ferraz. O evento contou com a animação de Raminho do Acordeon, Terezinha do Acordeon e Seu Januário. Em parceria com a Sociedade dos Forrozeiros Pé de Serra e Ai!, represantada pelo poeta Xico Bizerra.
O evento contou coma presença da Luciana Félix (Presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife), Jurandir Liberal (Presidente da Câmara de Vereadores do Recife), Bode Valença, poetas, forrozeiros, políticos, músicos e os frequentantes do Mercado.
Os forrozeiros Raminho do Acordeon (e acompanhantes), Terezinha do Acordeon e Bruno (de Seu Januário) fizeram valer a fama da alegria do forró nordestino, que é danado de bom.  (J.M.A.)

                                (Ver slide com fotos do evento no final do blog)


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Sábado Danado de Bom!


Por José Mauro de Alencar


Projeto do Memorial Luiz Gonzaga, iniciado em junho de 2009, que começou no Pátio e São Pedro. Agora em 2011, na versão itinerante, espalha-se pelos agitados mercados públicos do Recife. 
Inspirado na música Danado de Bom, de Luiz Gonzaga e João Silva: “Tá é danado de bom! / Tá danado de bom, meu compadre! / Tá é danado de bom, Forrozinho bonitinho / Gostosinho”... É mesmo assim, danado de bom, ao som de um trio de forró, interpretando clássicos do cancioneiro nordestino e composições inéditas, que serão as tardes dos sábados (a partir das 13h), nos Mercados da Madalena, Boa Vista e Encruzilhada.
Sábado Danado de Bom! acontecerá sempre no último sábado de cada mês, e neste ano, em parceria com a Sociedade dos Forrozeiros Pé de Serra e Ai!, terá como base o trio de forró de Raminho do Acordeon, acompanhado por mais duas renomadas atrações oferecidas pela Sociedade parceira.
O Memorial fará, nos Sábados, a entrega da Medalha Memorial Luiz Gonzaga a duas personalidades dedicadas à cultura recifense, sendo uma freqüentadora assídua do Mercado e outra ligada à música regional. Neste sábado 30 de abril, o Memorial homenageará o escritor Zelito Nunes e o radialista Ivan Ferraz.   

HOMENAGEADOS 

IVAN FERRAZ 

ZELITO NUNES

PROGRAMAÇÃO  

TEREZINHA DO ACORDEON

SEU JANUÁRIO

RAMINHO DO ACORDEON  


terça-feira, 19 de abril de 2011

Blog do MLG


            O Blog do Memorial Luiz Gonzaga terá função informativa, não se limitando à periodicidade de publicações. Suas postagens serão naturalmente de acordo com a demanda de informação.
Tudo que tenha afinidade com o universo gonzaguiano, da música e da cultura nordestina, terá espaço no Blog. O boletim eletrônico do MLG conterá: informações sobre eventos e artistas; serviço de comunicação à sociedade; coluna do que acontece no Memorial; informes sobre visitas ao equipamento e ações fora dele etc.
Os interessados em divulgação no Blog do MLG podem mandar seus informes para o email: memorialluizgonzaga01@gmail.com. Após avaliação, caso estejam em acordo com os critérios do Blog, serão publicados.

José Mauro de Alencar
Gerente do Memorial Luiz Gonzaga